Laboratório São Paulo

Você está em: Página Inicial | Notícia


31 de julho de 2017

7 Benefícios da amamentação para o seu bebê



 

Fortalece a imunidade: O leite materno tem caráter imunológico e previne contra doenças, como: infecções gastrointestinais, respiratórias e urinárias, principalmente. Ajuda, inclusive, a diminuir os índices de alergias, que muitas vezes são adquiridas através das proteínas do leite de vaca e soja, que possuem grande potencial alergênico. Portanto, quanto mais tarde seu filho tiver contato com eles, melhor.

Contato com a mãe: A amamentação constitui um importante processo de vínculo entre mãe e criança. No caso da amamentação prolongada, esse processo continua a crescer e a criar bases sólidas e importantes para o desenvolvimento do seu filho.

Melhor alimento para o seu bebê: O leite materno oferece ao bebê carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas (A, C, D, E, K e do complexo B), minerais e anticorpos. Mesmo depois dos 2 anos, o leite materno ainda é uma importante fonte de nutrientes.

Evita cólicas: Por ser um alimento leve e facilmente digerido pelo bebê, o leite materno evita cólicas. Nos três primeiros meses, é importante a mamãe ter uma alimentação balanceada e evitar ingerir certos alimentos que causam gases no bebê.

Combate anemia: O leite materno é o alimento perfeito para reduzir as chances de adquirir anemia, pois ele supre as necessidades de ferro do bebê. A amamentação faz com que a criança receba doses controladas de cálcio, não interferindo desta forma na absorção do ferro.

Desenvolve a arcada dentária: Mamar no peito é um ótimo exercício da musculatura da face e da boca, o que estimula favoravelmente as funções da respiração e deglutição. Isso não acontece com o uso da mamadeira, pois é justamente o movimento que o bebê faz para ordenhar a mama que favorece o desenvolvimento.

Ajuda no crescimento de prematuros: O leite materno é o único alimento que tem anticorpos que protegem o bebê prematuro contra doenças a que estão mais susceptíveis do que um bebê a termo. O leite materno tem ainda nutrientes especiais para fazer o bebê crescer. E, como o prematuro ainda não tem o sistema digestivo em pleno desenvolvimento, o leite materno é mais fácil de ser digerido e ajuda a completar o funcionamento do sistema digestivo deste bebê.

figura2